sábado, 20 de agosto de 2016

Consegui

Olá! Olha eu aqui, estava morrendo de saudades do blog e das minhas garotas.
Tenho MUITA coisa para atualizar, mas não tem como não começar sobre o principal e o motivo de eu estar fazendo esse post hoje. Passei uma semana fora de casa, já que voltaram as aulas. Voltei ontem à noite e acabei de subir na balança, 59kg. É isso, consegui alcançar minha meta principal que era 60kg! Os outros 5 era só uma meta de segurança, para poder me controlar melhor e não deixar eu passar de 60kg novamente. Talvez por isso o meu primeiro pensamento foi "ótimo, preciso continuar porque posso ir além" ao invés de "ótimo, agora posso dar uma relaxada". Estou até pensando que uma banana seria muita coisa para o café da manhã e pensando em escolher uma fruta menos calórica. Isso me assusta. Vou falar sobre isso com a minha terapeuta.

Outra coisa importante, falei sobre minha relação com a comida com a terapeuta, finalmente. Ela acha que eu não estou anoréxica, porque eu cheguei a dizer que eu não me importaria em manter o peso, mas continuo evitando comida com medo de voltar a engordar e ela disse que anoréxicas sempre se acham gordas. Eu sinceramente espero que ela esteja certa, e, apesar de não me ver magrinha, sei mesmo reconhecer que não estou mais gorda. Mas minha relação com a comida está mais complicada que nunca, acho e pretendo ficar nessa para sempre. Fiz um acordo comigo de comer para sobreviver e comer coisas saudáveis, nunca comer besteiras, principalmente se não for por fome. Tenho conseguido. Isso me fez cancelar minha festa de aniversário, porque praticamente só iria ter besteira e não sei como minha mente estará até lá em relação com a comida, do jeito que eu sou, provavelmente passaria a festa inteira sem comer nada, recusando até um pedaço do meu bolo.

Umas semanas atrás aconteceu uma coisa que eu nunca esperaria. Uma das minhas melhores amigas falou que ia a um grupo de transtornos alimentares, porque ela já estava passando por isso a bastante tempo. A mesma já revelou que sofreu bullying na escola quando mais nova. Imagino que ela tenha uma trajetória parecida com a minha. MAS A BUNDONA AQUI NÃO FOI FALAR COM ELA SOBRE ISSO. Primeiro que estávamos com mais dois amigos, e não estou pronta para mostrar esse meu lado para eles. Segundo que não queria ficar fazendo perguntas, vi que os assuntos eram delicados para ela, e para mim também. Tenho uma trava para ficar me abrindo profundamente com as pessoas, acho que desenvolvi isso como forma de defesa (estou aprendendo isso sobre mim por causa da terapia). Fiquei uma semana inteira depois disso ensaiando como escreveria uma mensagem para ela, e acabei não mandando nadinha. Uma das minhas melhores amigas, poderíamos estar compartilhando experiências, nos ajudando, mas não... E ela voltou para a faculdade, mas para o primeiro semestre de novo, nos vemos todos os dias, mas só no intervalo, onde comemos os lanches das nossas dietas e recusamos pessoas vendendo doces. Espero que quando eu estiver pronta para me abrir não seja tarde demais.

Meu cabelo continua caindo horrores, mas pelo o que eu vi não estou com nada alarmante, mas só no retorno com a nutricionista para saber com certeza. Minha menstruação não vem a três meses agora, preciso marcar ginicologista urgente. Acho que vou admitir isso para a minha mãe, só não sei como ainda.

Fora isso, nem uma novidade, tudo na mesma. Espero que vocês estejam bem, estive com saudades. Dei uma visitada em alguns blogs ultimamente, tentarei continuar e não sumir.

8 comentários:

  1. Oi, Lety! ♥
    Parabéns por ter alcançado sua meta, tente apreciar a sensação de ter alcançado algo que desejava, viva esse momento com o mínimo de angústia ou paranoia possível. É bom que você tenha a ajuda da sua terapeuta para encarar essa questão com a alimentação, porque realmente não é fácil, aliás, parabéns por ter conseguido se abrir com ela a respeito disso. Enfrente os pensamentos, encare-os, vença-os. Você é uma garota cheia de vida, não merece se privar de momentos (como sua própria festa de aniversário, por exemplo) por conta da comida.
    Eu faço terapia em grupo, e logo num dos primeiros atendimentos, uma das meninas do meu grupo falou sobre como havia chegado aos 40 quilos se trancando no quarto e se recusando a comer. Aqui nos blogs nós todas compartilhamos nossas histórias, mas é uma sensação estranha ver que garotas próximas de nós passam por isso. E no seu caso mais ainda, por ser uma amiga. Espero que aos poucos você possa criar coragem de se abrir com ela e que uma possa servir de apoio à outra na luta contra o t.a.
    Acho importante que você possa já identificar muitas coisas em si (como sua dificuldade em se abrir, falar de si, por exemplo), sinal de que a terapia está surtindo efeito.
    Você não tem tido outros sintomas além da queda de cabelo e da ausência da menstruação? De qualquer forma, talvez valesse a pena fazer um teste para se certificar de que não há anemia (mesmo que num estado leve).
    Que bom que apesar dos pensamentos e dessa guerra de pensamentos você está procurando se cuidar...
    Desculpe o comentário um pouco extenso, e fique bem, tá?
    Beijinhos :*

    ResponderExcluir
  2. Primeiro parabéns por ter alcançado sua meta estou super feliz por você!
    Que bom ter este diagnostico da terapeuta, continua firme nas consultas, vai te ajudar bastante.
    Bom o cabelo e amenstruação é falta de algumas vitaminas, tenta conseguir um encaixe no medico para
    melhorar esta parte,se gostar pode de vez em quanto comer beterraba sabe esses legumes bons.
    Nossa estou muito feliz por voce e talvez sua amiga não tenha ninguém para conversar
    sobre isso e fara bem para as duas esse bate papo.
    Fiquei sua feliz com a sua visita agora vem o mais dificil manter!

    ResponderExcluir
  3. Oi flor, primeiramente, parabéns pela meta!
    Fiquei triste de saber que cancelou seu aniversário por causa de comida, fazer aniversário é tão bom..

    Em relação a anorexia vc pode não ter, mas transtornos alimentares é visível, pois vc tem mts problemas c a comida, assim como tds nós. Como minha psicologa falou: a partir do momento que vc não ver a comida como algo prazeroso, ou tem problemas com ela, vc tem um transtorno. Acho q nossas terapeutas pensam diferente rs.

    Manter o peso é uma das piores fases, pq ficamos mt mais neoroticas.

    Te desejo força!! E não some rs

    ResponderExcluir
  4. Linda,
    parabéns por ter saído da casa dos 60kg! Cada dezena deixada para trás é um passo gigantesco em direção à nossa meta final!

    Espero que você consiga se abrir com a sua terapeuta, ainda mais por não conseguir se abrir com seus amigos. Eu já tentei fazer terapia, mas não fui forte o suficiente. Não conseguia me abrir com ela. E com relação aos meus amigos, bem, esses nunca nem tive vontade de tentar...

    Espero que não suma, porque adorei o seu blog e já o salvei na minha Lista de Leitura.

    Um beijo, V.
    https://aborboletavalentina.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oi linda!
    Parabéns por ter alcançado a sua meta. Sei que você pensa o contrário, mas talvez seja hora de relaxar um pouco, não? Digo no sentido de se cobrar menos.
    Tenho uma péssima relação com a comida também e tenho tentado melhorar isso, apesar de ser muito difícil.
    Sobre a sua amiga, pense direitinho, e quando você se sentir à vontade, mande uma mensagem pra ela! Quem sabe não seria um incentivo para ambas ter esse apoio? Mas tudo no seu tempo. s2
    Beijinhos, não suma!

    ResponderExcluir